Profa. Maria Cristina Manzanares Céspedes (Univ. Barcelona e ADEE)

Lições da ADEE e as dimensões
do Aprendizado na Graduação

 

A profa. Maria Cristina Manzanares Céspedes, da Universidade de Barcelona e integrante da diretoria da Association for Dental Education in Europe (ADEE) proferiu a conferência central da 52ª- Reunião da Abeno, no dia 7 de julho, abordando o tema Dimensões do Aprendizado na Graduação, sob a coordenação de Daniela Lemos Carcereri e relatoria de Gersinei Carlos de Freitas.

A profa. Manzanares apresentou a ADEE, entidade criada há mais de 40 anos, seus objetivo e ações, principalmente em relação às dimensões do aprendizado e as competências do profissional a ser formado na Europa. Ela explica que lá foi elaborado um inventário, com muito trabalho e seriedade, da formação profissional continuada de forma a qualificar o ensino a ser aceito em todos os países da União Europeia. 

Compartilhar conhecimento - “O desenvolvimento do conhecimento é rápido, vertiginoso e temos que compartilhar esta informação de maneira rápida, segura e com qualidade para outros profissionais do ensino”, disse.

A profa. Manzanares relata que foi feito uma espécie de guia para orientar as faculdades dos diversos países e seus docentes, que pode ser solicitado à ADEE. “Cordialidade e cooperação são os mais importantes princípios a serem seguidos”, afirma. Explica também que há um comitê de trabalho com hierarquia e funções divididas entre os membros da ADEE que trabalham com colegas de várias partes do mundo, para prestar colaboração entre áreas mais carentes. Nesse sentido já foram feitas mais de 40 visitas a escolas, sempre no sentido colaborativo, fazendo parte do processo o trabalho em grupo e esses trabalhos resultam em uma publicação aberta para consultas via web.

Ela explica que o guia curricular é internacional. As Dimensões do Aprendizado abrangem quatro grandes áreas e descrevem a hierarquização do nível de aprendizado em cada área de domínio, cada uma com uma lista de objetivos gerais. Este trabalho é encaminhado primeiro para o ministro de educação de cada país e depois para o Parlamento Europeu.

“É importante convencer os seus membros da relevância da dimensão do aprendizado”, diz a profa. Manzanares, que convida todos a entrar na web e ver os trabalhos e documentos já obtidos.

 

20-07-2017